top of page

Novo PJeOffice Pro traz mais funcionalidades ao Processo Judicial Eletrônico



PJeOffice a versão Pro acrescentou inúmeras funções de escritório, tornando o acesso ao PJe mais fácil e seguro. Atualmente, o PJeOffice Pro pode ser utilizado em 73 dos 92 tribunais brasileiros.

O PJeOffice é uma plataforma que existe há cerca de 10 anos, que faz a interação e confirma o certificado digital do usuário para que ele tenha acesso facilitado aos sistemas processuais. O sistema anterior se encerrava na assinatura digital. “Ao longo do tempo, o PJe Office foi atualizado diversas vezes. A grande preocupação do CNJ era garantir um ambiente ainda seguro, antifraude, e ao mesmo tempo fácil e mais completo para o usuário”, disse o magistrado.

Entre as inovações está a modificação no trâmite de inclusão de vídeos nos processos. Anteriormente, o sistema só aceitava mídias de no máximo 100 MB, o que obrigava advogados a fazer o corte dos arquivos em outra ferramenta e fazer o upload, um por um, para conseguir a assinatura digital. Agora, essa funcionalidade já está embutida no PJe Office Pro. Ou seja, o usuário pode selecionar o arquivo inteiro e indicar em quantas partes ele deve ser dividido.

 

Novidades

Com as novas facilidades, o PJeOffice Pro traz ainda uma maior compatibilidade com sistemas operacionais Windows, MacOs e Linux, além de acrescentar “funções de escritório”, melhorias de usabilidade, eficiência, estabilidade e segurança. “Os diversos sistemas operacionais eram aceitos pela antiga versão. No entanto, havia uma complexidade que foi eliminada por esta versão”, afirmou o juiz.

Disponibilizado gratuitamente pelo CNJ, o novo software é destinado tanto a servidores e membros do Poder Judiciário, quanto a advogados, procuradores, defensores públicos, membros do Ministério Público, peritos, tradutores e intérpretes.



15 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page